Fique Ligado
Home » Saiu na Imprensa » 08/01 – O Tempo

08/01 – O Tempo

Publicado em 08/01/2015 | Categoria: Saiu na Imprensa

Agentes de saúde em greve fecham por meia hora avenida Afonso Pena

Categoria se reuniu em assembleia e decidiu pela manutenção da greve; ato de protesto em frente a sede da Secretaria Municipal de Saúde está marcado para a próxima semana

Cerca de 500 Agentes de Combate a Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS), em greve há quatro dias, fecharam a avenida Afonso Pena, em frente a prefeitura, no centro da capital, no sentido Mangabeiras, na manhã desta quinta-feira (8). A categoria pede pela equiparação salarial e elaboração de plano de carreira.

Conforme o sindicato, desde junho do ano passado foi sancionada a Lei Federal 12994/14, que estabelece um valor mínimo de R$ 1.014 mensais como vencimento base dos ACE/ACS. Atualmente o vencimento base inicial dos ACEs em Belo Horizonte está fixado em R$ 1.020,58, enquanto os ACSs da capital recebem R$ 795.

Ainda, segundo o Sindibel, a PBH conta atualmente com cerca de 4.000 agentes comunitários de saúde e combate a endemias, distribuídos pelas nove regionais da capital.

A categoria se reuniu em assembleia, na praça da Estação, nesta manhã e decidiu com unanimidade pela manutenção da greve. Além disso, estão agendados para próxima semana, um ato de protesto em frente a Secretaria Municipal de Saúde e uma nova assembleia. O ato na porta da prefeitura durou cerca de 30 minutos.

De acordo com a assessoria de comunicação do Sindibel, a prefeitura ainda não se posicionou oficialmente quanto à greve, mas sinalizou a possibilidade de uma reunião ainda nesta semana.

De acordo com a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o trânsito ficou lento na região e estava sendo feito o desvio pela rua da Bahia.

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) informou que já paga aos agentes mais do que piso (R$ 1.014,00) considerando as gratificações incorporadas. Segundo o órgão, os Agentes Comunitários de Saúde recebem no total R$ 1.215,24, entre o vencimento inicial (R$ 795,44), taxa de insalubridade (R$ 144,80) e Prêmio Pró-família (R$ 275,00).

Já os agentes de Combate a Endemias I (ACE) receberiam o total de R$ 1.348,38, incluindo os mesmos benefícios, sendo que o prêmio pró-família da categoria é no valor de R$ 183,00. Os ACE’s II receberiam o total de R$ 1.533 com os benefícios nos mesmos valores dos ACE I.

A SMSA disse ainda que mantém dialogo aberto com o Sindibel e trabalhadores e já se reuniu nesta semana com os representantes da categoria. Além disso, acrescentou que acompanha, diariamente, a adesão dos trabalhadores grevistas e que nessa quarta-feira (7) foi de 38%.

Link p/ publicação original: http://www.otempo.com.br/cidades/agentes-de-sa%C3%BAde-em-greve-fecham-por-meia-hora-avenida-afonso-pena-1.970459

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>