Fique Ligado
Home » Saiu na Imprensa » Coren MG – Coren-MG participa de plenária do SINDIBEL sobre condições de trabalho na Enfermagem

Coren MG – Coren-MG participa de plenária do SINDIBEL sobre condições de trabalho na Enfermagem

Publicado em 31/07/2017 | Categoria: Saiu na Imprensa

O Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG) foi convidado para participar da plenária dos servidores, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem das Unidades Básica de Saúde de Belo Horizonte. O evento ocorreu na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel) no dia 19 de julho.

A plenária contou com a representação de 90 unidades e com a presença da vice-presidente e da segunda-secretária do Coren-MG, enfermeiras Márcia do Carmo Bizerra Caúla e Karina Porfírio Coelho. As enfermeiras responderam diversas dúvidas da categoria sobre o processo de trabalho e explicaram o papel do Conselho de Enfermagem.

Durante o diálogo com os trabalhadores e representantes sindicais em respostas às queixas, a segunda-secretária Karina Porfírio explicou o fluxo do Coren-MG e a necessidade de formalização das dúvidas e queixas para a Câmara Técnica, Fiscalização e Ouvidoria para que Conselho tenha dados e informações concretas e, assim, possa dar respostas de forma eficaz. Explicou, ainda, que durante as eleições municipais foram criados grupos de discursões com trabalhadores da Prefeitura de Belo Horizonte a fim de levar aos pré-candidatos as pautas da enfermagem.

A enfermeira Márcia Caúla explicou que a gestão é eleita por um triênio e que o compromisso firmado com a enfermagem tem sido comprido.   “Estamos comprometidos em estar mais próximos dos inscritos e a mudança pode ser evidenciada pela atuação do Coren-MG junto às entidades de representação da categoria e em momentos como esse”, pontuou.

A vice-presidente disse, ainda, que a atual gestão não fez promessas infundadas e vazias. “Estamos trabalhamos ao longo desse triênio para cumprir com nosso compromisso com a enfermagem”, acrescentou. Para comprovar isso, Márcia Caúla apontou algumas mudanças concretizada pela gestão atual do Coren. Entre elas:

  • Extinção da taxa de cancelamento
  • Redução de taxas para renovação da carteira de habilitação profissional e de especialidades
  • Desconto de 20% na anuidade por dois anos seguidos
  • Criação do Portal do Inscrito, que permite emissão de certidões, negociações, alteração de dados cadastrais entre outros (www.corenmg.gov.br/portal-do-inscrito)
  • Criação da plataforma de atualização on-line que permite acesso a vários cursos de forma gratuita para todos (cursosonline.corenmg.gov.br/)
  • União com as entidades, com objetivo de fortalecer a categoria e de discutir de forma compartilhada os problemas vivenciados
  • Participação junto aos representantes da categoria a diversos movimentos de luta pelas 30 horas, piso salarial e dimensionamento adequado
  • Fiscalização dos serviços por meio de força-tarefa (em 2016, todas as Unidades de Pronto Atendimento foram fiscalizadas)

Os trabalhadores colocaram diversos problemas vivenciados e a vice-presidente se comprometeu em apresentar pareceres técnicos sobre questões relacionadas ao processo de trabalho, como:

  • Orientação da referência técnica sobre o não uso de agulhas calibre 40×12 para injeção de medicamentos intramusculares, com as devidas orientações para os profissionais não realizarem tal conduta. Resposta já efetivada.
  • Parecer normativo sobre o transporte sanitário. Em construção.
  • Realização do acolhimento por técnicos ou auxiliares de enfermagem, na ausência por férias ou licença do profissional enfermeiro. Demanda já encaminhada.

Um outro ponto de conflito trata-se da presença constante dos técnicos de enfermagem na Farmácia das unidades. Márcia Caúla esclareceu que essa demanda foi encaminhada ao Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), pois existiam vários pontos de conflito.

Quanto à Resolução do Dimensionamento, a vice-presidente esclareceu que a enfermagem é a única categoria na saúde que possui uma norma de a esse respeito. “A fiscalização do Conselho durante a visita à Unidade de Saúde notifica o enfermeiro a realizar esse dimensionamento, uma vez que esse profissional é conhecedor da sua realidade e o responsável pela realização dessa atividade”, observou. Ela ainda esclareceu que muito em breve o Cofen lançará um aplicativo que permitirá a realização desse cálculo, facilitando, assim, o trabalho do enfermeiro.

Márcia Caúla finalizou dizendo o quão importante é para o Coren estar presente nesse encontro e a agradeceu ao Sindibel por propiciar essa oportunidade. “Ouvimos críticas e nossa resposta não foi uma defesa e, sim, esclarecimentos necessários à categoria”, concluiu.

Fotos: Sindibel/divulgação

Fonte: https://www.corenmg.gov.br/web/guest/mais-noticias/-/asset_publisher/oJL9Y5ehvOlQ/content/coren-mg-participa-de-plenaria-do-sindibel-que-sobre-condicoes-de-trabalho-da-enfermagem

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>