Fique Ligado
Home » Saiu na Imprensa » CRESS-MG – CRESS-MG discute com PBH/SMAAS sobre 30h e melhores condições de trabalho para a categoria

CRESS-MG – CRESS-MG discute com PBH/SMAAS sobre 30h e melhores condições de trabalho para a categoria

Publicado em 02/06/2017 | Categoria: Saiu na Imprensa

Reordenar, regular e ressignificar o trabalho social é o maior desafio para a política de Assistência Social, hoje, em Belo Horizonte. O secretário municipal adjunto de Assistência Social (SMAAS) da capital, José Cruz, recebeu algumas das conselheiras do CRESS-MG para explicar a conjuntura e criar estratégias de articulação entre as entidades.

O objetivo atual da SMAAS é fazer uma gestão transparente e que conte com a participação da classe trabalhadora e o apoio de entidades como o Conselho. Nos dias 21 e 22 de julho acontece a Conferência Municipal de Assistência Social, em que serão publicizadas algumas ações imediatas da Secretaria, como a instituição da mesa de gestão do trabalho e a instituição de um núcleo de educação permanente.

30 horas

A luta pelas 30 horas, encabeçada pelo Serviço Social e pela Psicologia, também está na agenda da SMAAS. A defesa pela redução da jornada se pauta principalmente na melhoria de qualidade dos serviços prestados à população. A Secretaria, junto ao Sindibel e ao Fórum das/os Trabalhadores/as do Suas, estão realizando um estudo para saber o impacto das 30 horas para assistentes sociais, levando em conta que há profissionais cumprindo 40 e outras/os 30 horas semanais.

Considerando que Belo Horizonte é uma referência para o estado, qualificar o tema das 30h para além da questão salarial é bastante pertinente, como pontuou a conselheira Patrícia Elias. “Dentro de uma perspectiva, no caso da Assistência Social, de um sistema de proteção, essa qualificação é positiva para podermos avançar. Devemos aprofundar esse debate para que ele se estenda para os outros municípios”.

Articulação

Para fortalecer a política de Assistência Social em Belo Horizonte, o secretário diz que conta com o apoio do CRESS-MG, através da intensificação de sua participação no Conselho Municipal de Assistência Social, do acompanhamento das atividades realizadas pela própria Secretaria e da realização de ações conjuntas com o Conselho Regional de Psicologia (CRP-MG), já que a redução da carga horária é uma luta comum às duas categorias.

“Precisamos garantir que se saiba qual é a contribuição do Serviço Social para a Assistência Social. Os atendimentos podem ser feitos por assistentes sociais ou psicólogas/as, mas o olhar, a escuta e a metodologia são diferentes nas duas profissões. Por outro lado, há o desafio da interdisciplinaridade, que garante a especificidade das áreas, mas em uma atuação conjunta ”, observou José Cruz.

A conselheira Ana Bertelli indicou que a partir da Comissão de Assistência Social do CRESS-MG, tanto a diretoria como assistentes sociais capacitadas/os, que integrem a base, poderão se fazer presentes nas ações da SMAAS. “Através de nossos veículos de comunicação, estamos convocando a categoria para integrar nossas comissões políticas e temáticas. Serão profissionais com afinidade da perspectiva de CRESS que temos. Quanto mais profissionais participarem, melhor.” Ao final, as conselheiras do CRESS-MG reafirmaram o compromisso de caminharem juntas com a Secretaria, a fim de fortalecer a política de Assistência Social no estado.

Fonte: http://cress-mg.org.br/Conteudo/90f86933-68b7-4c73-baef-21af5832c75f/CRESS-MG-discute-com-PBH-SMAAS-sobre-30h-e-melhores-condi%C3%A7%C3%B5es-de-trabalho-para-a-categoria

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>