Os servidores municipais representados pelo SINDIBEL, que compõem 80% das categorias de trabalhadores da Prefeitura de Belo Horizonte, deliberaram por unanimidade na manhã desta quarta-feira, 2 de agosto, rejeitar a proposta do governo municipal de reajuste de 2,53% nos vencimentos e 2,85% no vale refeição.

A avaliação dos servidores é de que a proposta não recompõe as perdas e precisa ser melhorada. Com a decisão da assembleia, o sindicato buscará uma nova reunião com a PBH. De acordo com informações do DIEESE, que tem assessorado o sindicato no processo de negociação, as perdas dos servidores públicos municipais de Belo Horizonte acumuladas de novembro de 2014 a 1º de julho de 2017 representam 13,45% em 30 de junho de 2017.

Também foi deliberado em assembleia que o SINDIBEL se reunirá com as demais entidades representativas do funcionalismo público municipal para pensar ações coletivas de mobilização para convencer o executivo da necessidade de uma proposta melhor de reajuste.

Os servidores decidiram não deflagrar greve ainda, aguardando o avanço da negociação.

Fonte: http://hojeemdia.com.br/horizontes/cidades/servidores-municipais-rejeitam-proposta-da-prefeitura-de-bh-de-2-53-de-aumento-1.548424