Home » Destaque Slide Home » JUSTIÇA: após 26 anos, servidores do processo Adelaide/AIS começam a receber valores devidos. Servidora Adelaide Amorim é a primeira.

JUSTIÇA: após 26 anos, servidores do processo Adelaide/AIS começam a receber valores devidos. Servidora Adelaide Amorim é a primeira.

Publicado em 14/12/2017 | Categoria: Destaque Slide Home, Geral

DSC08934

No dia 30 de outubro de 1991, o SINDIBEL, representando 750 servidores da saúde da PBH, propôs uma Reclamação Trabalhista Plúrima contra o Município de Belo Horizonte e o Hospital Municipal Odilon Behrens (HOB), buscando a incorporação da gratificação do Programa de Ações Integradas da Saúde (AIS) aos salários desses trabalhadores e ainda, o descongelamento dos valores, com as devidas atualizações. A ação foi proposta tendo em vista a ausência de repasse para os servidores da verba federal que era recebida pelo município, que possuía o dever legal de repassá-la a todos os servidores da área da saúde.

No entanto, apesar de ter recebido sentença favorável há mais de vinte anos, o Município e o HOB, com o objetivo de adiar o pagamento dos valores, se utilizaram de diversos recursos questionando os cálculos elaborados pela perita oficial, que impediram que os servidores recebessem os valores devidos.

No dia 18 de novembro de 2015, em audiência de conciliação na Justiça do Trabalho, foi proposto um acordo entre os trabalhadores e a Prefeitura de Belo Horizonte para que, finalmente, os servidores pudessem receber os valores deste processo. Em assembleia convocada pelo SINDIBEL no dia 13 de janeiro de 2016, os servidores foram informados da possibilidade de acordo e foram colhidas 322 assinaturas para o termo de adesão. Em nova audiência de conciliação no dia 17 de abril de 2017, ficou decidida a reabertura do prazo para adesão ao acordo e novas 63 assinaturas foram colhidas.

Aqueles servidores que assinaram o acordo em 2016 passarão a receber os valores corrigidos neste mês, dezembro de 2017. Aqueles que assinaram o acordo em 2017 receberão os valores em dezembro de 2018. Já aqueles que não assinaram o acordo continuarão aguardando a tramitação do processo na Justiça do Trabalho.

Hoje, dia 14 de dezembro de 2017, a servidora Adelaide Amorim compareceu à sede do SINDIBEL para receber a sua parte nos valores devidos pela PBH, iniciando um marco histórico nessa batalha judicial que já dura mais de 26 anos. O sindicato está agendando com todos aqueles que assinaram o termo de adesão em 2016 para que também compareçam à sede do SINDIBEL na Avenida Afonso Pena e possam enfim, após árdua luta, celebrar a conquista do que é seu por direito.

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>