Fique Ligado
Home » Saiu na Imprensa » Portal BHAZ – Greve geral terá protesto e paralisações em BH nesta sexta-feira; veja o que vai parar

Portal BHAZ – Greve geral terá protesto e paralisações em BH nesta sexta-feira; veja o que vai parar

Publicado em 30/06/2017 | Categoria: Saiu na Imprensa

Uma paralisação geral está prevista para ocorrer nesta sexta-feira (30) em todo o país. Os protestos são contra a reforma da previdência, a terceirização e o Governo Temer. Durante, o dia diversos setores trabalhistas vão suspender suas atividades para demonstrar descontentamento. Em Belo Horizonte, alguns sindicatos já anunciaram a adesão ao movimento. Na tarde desta quinta-feira (29) a Central Única dos Trabalhadores (CUT) fará um pronunciamento anunciando os serviços que serão afetados. Haverá um protesto na Praça da Estação, na Avenida dos Andradas, no Centro de Belo Horizonte. O movimento começa às 9h. Veja quem já aderiu ou não à paralisação:

Transporte

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) anunciou que irá aderir a greve no setor administrativo. Ou seja, a sede do sindicato não funcionará amanhã. Entretanto, os motoristas e cobradores devem trabalhar normalmente. Segundo o sindicato, caso os rodoviários queiram aderir a paralisação, será uma decisão de livre e espontânea vontade dos trabalhadores e não uma recomendação do órgão.

O Sindicato dos Metroviários (Sindimetro-MG) ainda não tem uma posição definida em relação ao protesto. Segundo a associação, uma reunião realizada na última terça-feira (27) decidiu pela paralisação. Entretanto, uma nova assembleia será realizada na noite desta quinta-feira para definir o posicionamento dos trabalhadores.

Saúde

O Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde) está convocando os trabalhadores do setor para aderirem à greve. Porém, segundo o sindicato, não é possível definir quantos hospitais vão fazer parte do movimento.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de BH (Sindibel) confirmou que irá paralisar totalmente amanhã. Sendo assim, os centros de saúde deverão amanhecer fechados e o pronto-atendimento com funcionamento em escala mínima.

Educação

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE)  está convocando os servidores da educação para a adesão ao movimento. Escolas estaduais e municipais não devem funcionar na capital nesta sexta. O Sindicato dos Professores de Minas Gerais (SinproMinas), que representa os professores da rede particular, também orientaram a adesão à greve.

Bancos

Os bancos também não devem funcionar na capital e região.  O Sindicato dos Bancários de BH e Região aderiu à paralisação. “Só a luta dos trabalhadores pode barrar o desmonte da legislação trabalhista, da nossa Previdência e das estatais brasileiras. Temos que nos mobilizar agora para garantir nosso presente e nosso futuro. A participação de todos é muito importante”, ressalta a presidente do Sindicato, Eliana Brasil.

Outros

Além dos setores citados, o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Belo Horizonte e Região está convocando os metalúrgicos para a paralisação. Ainda não há estimativa de adesão dos trabalhadores. Agentes de combate à dengue, parte do serviço de limpeza urbana da capital e do administrativo da Prefeitura de Belo Horizonte não deverão trabalhar nesta sexta.

Fonte: http://bhaz.com.br/2017/06/29/sindicatos-greve-geral/

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>