Fique Ligado
Home » Destaque Slide Home » Relato da reunião com Superintendência do HOB no dia 27 de maio

Relato da reunião com Superintendência do HOB no dia 27 de maio

Publicado em 09/06/2016 | Categoria: Destaque Slide Home, HOB, Informa

As demandas dos trabalhadores do Complexo Hospital Odilon Behrens, elencadas em assembleia da categoria realizada no dia 5 de maio, foram levadas para discussão junto à Superintendente Paula Martins no dia último dia 27 pelo Presidente do SINDIBEL Israel Arimar, as diretoras Ângela Assis e Marília Araújo e o diretor Bruno Abreu.

Confira abaixo uma síntese das demandas atendidas e aquelas que ficaram pendentes após a reunião com a superintendente:

Demandas atendidas

  • Aumento do número de micro-ondas: 10 em funcionamento.
  • Progressão na carreira após vencimento do período de avaliação: a Dra. Paula informou que esta gestão já regularizou a situação.
  • Isonomia salarial entre contratados e efetivos: já ocorre.
  • Vale transporte: é pago até o 5º dia útil.
  • Educação permanente: já acontece. Recentemente, foi realizado o treinamento de parada cardiorrespiratória e coleta de sangue. Além disso, já está sendo feita uma pesquisa na UPA para os próximos treinamentos.
  • Concurso público: todos já foram nomeados.
  • Adequação física dos vestiários, descanso e refeitório já foram feitas.
  • Posto de coleta do laboratório de triagem: Dra. Paula afirmou que ele foi criado atendendo as demandas dos trabalhadores para que as coletas não fossem realizadas nos corredores e que o espaço foi projetado adequadamente para este procedimento.
  • Odontologia: após a reforma já foram adequados o local para recepção dos pacientes e o local para a primeira lavagem de materiais. Quanto ao descanso, o local já existe, só que geralmente são ocupados por outros profissionais, obrigando os profissionais da Odontologia a se imporem e ocuparem seus espaços.
  • Jalecos e materiais em falta, como luvas e máscaras, podem ser solicitados novamente, sem restrição por cotas.
  • Quanto aos servidores do Serviço Social, que atendem os dois prédios (UPA e HOB), eles podem utilizar o transporte quando necessário. O transporte acontece de 20 em 20 minutos.
  • Quanto à demanda do CEM, eles podem solicitar à Secretaria de Saúde a instalação de persianas ou insulfilm. Além disso, este setor deve ser realocado, com a abertura do Centro de Saúde São Francisco.
  • Foram solicitados crachás para todos os profissionais da UPA Nordeste. Está sendo avaliada a possibilidade de entrada destes profissionais pela garagem. Também está sendo providenciada a instalação de câmeras de vigilância e fechamento de áreas, evitando a circulação de pacientes e acompanhantes.
  • Ventilação da sala de urgência foi solucionada.
  • Foi resolvido o problema da porta da TC.

Pendências

  • Rouparia: será resolvida após a reforma de alguns setores.
  • Exposição à fumaça de cigarro no pátio: cabe a cada trabalhador e usuário cobrar, pois é proibido fumar no local.
  • Guichê do Pronto-Socorro: irá funcionar somente com um funcionário. Quando necessário, é possível solicitar a um profissional da sala 150 que faça a substituição temporária.
  • O profissional da sala 150 que trabalha com AIH vai ser transferido para internação.
  • Números excessivos de pacientes nos corredores de triagem (15 pacientes por técnico): o sindicato pediu que fossem definidos parâmetros para o aumento de técnicos neste setor. A Dra. Paula afirmou que irá utilizar o parâmetro da rede privada, que atualmente é de mais ou menos 1 técnico para 10 pacientes. Na sala de triagem amarela, a proporção é de 7 pacientes por técnico.
  • Em relação às horas extras, licenciais e faltas, está suspensa a reposição, a não ser um caso crítico.
  • As escalas de enfermagem são disponibilizadas com antecedência, mas não é divulgado o setor.
  • Transporte de profissionais, materiais biológicos e lixo hospitalar é realizado a cada 20 minutos.
  • A respeito das macas, elas são padronizadas.
  • A entrega de roupas é realizada pelo profissional da rouparia, para se fazer o controle das perdas.
  • Papel higiênico, toalha, sabão e materiais de limpeza dos banheiros e local de descanso são vistoriados e assinados pelo responsável deste setor.
  • Quanto à fisioterapia, Dra. Paula afirma que a reforma e modificação estão sendo realizadas em comum acordo com os profissionais. A piscina foi desativada por infiltração após laudo técnico. A tinta utilizada na reforma é sem cheiro.
  • Abertura da pediatria para atendimento das urgências respiratórias: foram encontrados 5 técnicos de enfermagem, 1 enfermeiro e 2 médicos.
  • Em relação ao episódio de agressão com tentativa de estupro da servidora do Hospital Nossa Senhora Aparecida: foi oferecido acompanhamento pelo Dr. Cleverson, mas a servidora optou ser acompanhada pelo esposo.

Comentários

comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>